Modelo Canvas: Aprenda como inovar em seu modelo de negócio de forma simples e visual

foto-de-perfil2017.png

Escrito por: Alexandre Spada

Insira seu endereço de e-mail para receber as atualizações e novos artigos do Blog gratuitamente.

O Modelo Canvas ou Quadro de Modelo de Negócio foi concebido para empreendedores revolucionários e visionários que buscam diferenciais competitivos para suas empresas através da inovação.

Ele é indicado para todos aqueles que possuem espirito empreendedor, que estão sempre pensando em como agregar mais valor aos seus produtos e serviços, e também, para todas as pessoas que se dedicam a construir novas maneiras de fazer negócio.

Desde o seu surgimento, antes mesmo que conquistasse notoriedade pelo mundo – devido à sua simplicidade – o Modelo Canvas transformou o modo como empreendedores veem, concebem e lidam com seus modelos de negócio.

O termo Modelo de Negócio, que está diretamente ligado à finalidade do Modelo Canvas ganhou força na década de 90, assim como ocorreu com a Qualidade nos anos 1980, os Processos nos anos 1990 e a Estratégia na década seguinte.

Por possibilitar uma transformação na forma como as pessoas criam e gerem negócios, o Modelo Canvas tem recebido cada vez mais atenção, tornando-se uma ferramenta presente no dia a dia de gestores e empreendedores ao redor do mundo.

Toda essa repercussão se deu principalmente devido a 3 fatores:

  • A necessidade crescente das empresas buscarem formas de se diferenciar e se reinventar frente ao mercado cada vez mais competitivo e globalizado.
  • A ausência de ferramentas que possibilitassem a inovação e a visualização do negócio como um todo de forma simplificada e gráfica.
  • A atenção das empresas para seu Modelo de Negócio, que até então não era foco de melhorias e seguia uma visão tradicionalista.

Neste artigo falaremos mais em detalhes sobre:

  1. O que é Modelo de Negócio?
  2. A base do Modelo Canvas: Geração, entrega e captura de valor
  3. O que é Geração de Valor
  4. Por que desenvolver um Modelo Canvas de negócio?
  5.  Business Model Generation – Como inovar em Modelos de Negócio
  6.  A Metodologia Canvas 
  7. Os 9 blocos do Modelo
  8. Exemplos de utilização do Modelo Canvas
  9. Materiais úteis para modelar o seu negócio

Esse post é o manuscrito do nosso e-book Modelando Negócios com Business Model Canvas – Entenda a metodologia mais usada no mundo para criar modelos inovadores de negócio.

Se você prefere ter o material em mãos para consulta ou leitura, pode baixá-lo logo abaixo:

 

ebook: business model canvas
Modelando Negócios com Business Model Canvas

Aprenda neste e-book como criar modelos inovadores de negócio de forma visual com a metodologia Canvas.

1. O que é Modelo de Negócio?

Modelo Canvas - Ideias, Negócios, Inovação

Um Modelo de Negócio é uma forma simplificada de descrever a lógica por trás de um empreendimento, procurando entender, esclarecer e definir fatores que envolverão sua criação, funcionamento, entrega e obtenção de valor.

Engana-se quem acredita que inovar em Modelos de Negócios é algo extremamente novo. Embora com menos ênfase que nos dias atuais, podemos constatar modelos inovadores desde a década de 50.

Mesmo sem nenhuma metodologia ou sistematização, as empresas que ousaram se reinventar nesse sentido revolucionaram o mercado em que atuavam, como por exemplo:

  • A Diners com o lançamento do primeiro cartão de crédito do mundo em 1950.
  • A Xerox com a abertura de um sistema de leasing para máquinas fotocopiadoras e a implantação do pagamento por cópia (1959).

Atualmente as inovações em Modelo de Negócio se tornaram tão corriqueiras que passam até despercebidas para alguns usuários, mas representam muito faturamento e a liderança de segmentos de mercado para as empresas que o implementam.

Veja por exemplo o caso do Skype que trouxe a possibilidade de comunicação por voz e vídeo via internet, barateando os custos das ligações e possibilitando inclusive comunicação gratuita entre usuários. Atualmente o Skype é a maior operadora de tráfego de voz do mundo.

Outras inovações em Modelos de Negócio que são bem comuns no Brasil são:

  • Restaurantes por Kg que permitem a criação de cardápios pelo cliente.
  • Consórcios (poupanças coletivas) que viabilizam a aquisição de bens.
  • Atacarejos onde são mescladas características da comercialização de atacado e varejo em um mesmo estabelecimento.
  • Sites de compras coletivas que oferecem produtos e serviços com até 90% do valor real em troca da venda em grande escala.
  • Assinatura de sistemas de Internet TV como a NetFlix, que permite ao usuário escolher a sua programação e assisti-la como e onde quiser.

Resumindo, Modelo de Negócio se trata do formato como um negócio irá satisfazer seus consumidores (entregar valor) e tudo que ele precisa para que isso aconteça.

inovacao-modelo-canvas-min

Um Modelo de Negócio é a receita que transformará uma ideia em lucro, guiando e planejando todos os passos necessários desde sua concepção até a obtenção dos resultados.

É importante termos em mente que as pessoas em geral estão cada vez mais exigentes, buscando produtos e serviços que satisfaçam especificamente as suas necessidades mais pontuais.

Por esse motivo as empresas devem estar atentas a essa nova realidade para que se mantenham vivas e competitivas.

Ferramentas como o Modelo Canvas, que proporciona a possibilidade de descrever, analisar e projetar negócios de maneira rápida e intuitiva são indispensáveis nesse processo.

2. A base do Modelo Canvas: Geração, entrega e captura de valor

A geração, entrega e captura de valor formam a base dos Modelos de Negócio, constituindo um ciclo ininterrupto.

ciclo-de-valor-modelo-canvas-min

Explicado de forma simplificada, esses passos constituem o modo como uma empresa cria soluções para as necessidades do mercado, como ela faz para que as soluções cheguem até os que buscam por elas e ainda, como monetizam (ganham dinheiro) através desse processo.

3. O que é Geração de Valor?

geracao-devalor-modelo-canvas-min

A Geração de Valor é um dos pontos que mais trazem dúvidas no processo de concepção de um novo modelo de negócio, pois está diretamente ligada ao senso de utilidade, benefício e satisfação de desejos (nem sempre explícitos) que a compra de um produto ou serviço trará.

A percepção de valor pelo cliente é difícil de ser mensurada, pois trata de aspectos pessoais e emocionais como crenças, paradigmas internos, ambições, expectativas e experiências vividas.

Reflita: Quem compra um Camaro 0 Km pelo valor médio de R$ 209.697,00 (Tabela – julho / 2016), realiza a compra motivado pela beleza do carro, por sua comodidade, pelo seu desempenho ou pelo status e aceitação social que o modelo proporciona?

Vamos a outro exemplo!

Ao adquirir um software de gerenciamento para sua empresa, um gestor está em busca de:

  • Praticidade para realização de tarefas?
  • Facilidade na gestão de informações?
  • Possibilidade de realizar atividades prazerosas com o tempo economizado decorrente da utilização do sistema?

A resposta nem sempre é óbvia e única, por isso Modelos de Negócio devem ser claros, compreensíveis e simples.

Porém, sua simplicidade não deve esconder complexidades ou abordar superficialmente detalhes que integrarão efetivamente a vida do negócio.

Empresas são sistêmicas por natureza e para alcançarem seus objetivos possuem vários elementos distintos de vital importância, que trabalham interconectados e se complementam.

Um Modelo de Negócio bem elaborado concebe individualmente cada um desses elementos, favorecendo o desenvolvimento de interações eficientes entre eles e dando vida a um projeto.

4. Por que desenvolver um Modelo Canvas de negócio?

vantagens-modelo-canvas-min

Para empreendedores de qualquer segmento que proponham ou busquem inovação e diferenciação, devido à sua formatação visual, o Modelo de Canvas é a maneira mais simples e rápida de tirar uma ideia do papel.

Ele é recomendado também para empresas que já estejam em operação e que queiram redesenhar e inovar em seus negócios.

O Modelo Canvas também se enquadra perfeitamente nos casos em que o projeto parte de incertezas e é baseado em premissas.

Nestes casos não se sabe com precisão quem será o público-alvo, qual o problema a ser resolvido, qual a melhor solução a aplicar, como será a aceitação da proposta de valor e até mesmo como monetizar o negócio.

Durante a modelagem são levantadas hipóteses sobre os principais elementos que irão constituir o projeto.

Cada elemento e suas premissas são testados e validados. Somente então a implementação da ideia se inicia.

Essa metodologia se traduz em agilidade, possibilitando o amadurecimento de ideias e análises de oportunidade profissionalmente e sem formalidades desnecessárias em sua fase inicial.

O foco é direcionado para a identificação de erros e possíveis pontos falhos, assim como na descoberta de oportunidades, permitindo ajustes e mudanças rápidas de direcionamento até que se alcance algo que realmente faça sentido.

Um Modelo Canvas, assim como qualquer Modelo de Negócio não deve ser estático. Novas ideias e hipóteses devem ser levantadas e validadas constantemente para melhoria contínua do que está sendo proposto.

Não existem verdades absolutas, mas boas práticas recomendam para negócios de tecnologia ou áreas que possuem poucos dados para pesquisa, desenvolver um Plano de Negócios somente após se ter testado e validado as hipóteses através de um Modelo de Negócio.

As informações contidas no Modelo Canvas embasam a construção do Plano de Negócio, que é um documento mais completo e detalhado. Um não substitui o outro, mas atuam como ferramentas complementares.

Se você não sabe o que é um Plano de Negócios, clique aqui!

5. Business Model Generation – Como inovar em Modelos de Negócios?

6. A Metodologia Canvas

livro-business-model-generation-mm

Pensando no incentivo à inovação, prototipação e co-criação, baseado em conceitos de Design Thinking, Alexander Osterwalder introduziu no mercado o que seria considerado o método padrão para desenvolvimento de Modelos de Negócios, o Modelo Canvas (Business Model Canvas) através do seu livro Business Model Generation.

A obra foi escrita em aproximadamente 6 meses por 470 pessoas trabalhando em conjunto e em 45 países diferentes, colocando em prática o sistema de criação colaborativa.

Modelo Canvas para impressão A3

Modelo Canvas para impressão tamanho A3

Coloque em prática agora mesmo os aprendizados deste artigo. É só imprimir e começar a criar seus modelos de negócio.

7. Os 9 blocos do Modelo Canvas

Modelo-Canvas-SFORWEB-min

A metodologia consiste em representar graficamente em um diagrama através de blocos, os 9 principais pontos que devem ser levados em consideração ao se pensar em um novo negócio. São eles:

1-Segmentos de cliente
2-Propostas de valor
3-Canais de distribuição
4-Relacionamento com os clientes
5-Fluxo de receita
6-Recursos-chave
7-Atividades-chave
8-Parcerias-chave
9-Estrutura de custo

A utilização de blocos, ao invés da tradicional descrição linear, foi propositalmente criada com o intuito de facilitar o entendimento das complexas relações entre eles (que representam as áreas chave de um negócio) em uma única página (ou quadro).

Através do Modelo Canvas é mais simples visualizar o “encaixe estratégico” existente entre as áreas (blocos), criando um cenário perfeito para prototipações rápidas.

Documentos textuais dificultam esse processo.

Para estimular o questionamento e a reflexão que o modelo propõem, iremos exemplificar através de perguntas o que cada bloco deve conter.

 

1-Segmentos de clientes: Qual perfil de pessoa se interessará pelo seu produto / serviço? Para quem você pretende vender e gerar valor?

Business-Model-Canvas-Segmentos-de-Clientes-mm

2-Propostas de valor: Quais dores, necessidades, desejos e expectativas do cliente seu negócio se propõem a resolver ou amenizar? Quais benefícios diretos e indiretos estão sendo propostos?

Business-Model-Canvas-Proposta-de-Valor-mm

3-Canais de distribuição: Como a Proposta de Valor chegará até seus clientes? Como eles descobrirão que você existe? Quais serão os canais de comunicação, venda e distribuição do produto / serviço (entrega de valor)?

Business-Model-Canvas-Canais-de-Distribuição-mm

4-Relacionamento com os clientes: Quais estratégias, ferramentas e canais você pretende utilizar para chegar até o seu cliente e se comunicar com ele? Como pretende fidelizá-lo? De que maneira irá ganhar sua preferência frente à concorrência?

Business-Model-Canvas-Relacionamento-com-os-clientes-mm

5-Fluxo de receita: Como o cliente pagará pelo produto / serviço? Quais serão as fontes de receita? Com que frequência elas serão esperadas?

Business-Model-Canvas-Estrtura-de-custo-mm

6-Recursos-chave: Quais recursos e infraestruturas serão necessárias para criar, entregar e capturar valor para o seu cliente? O que você precisa para que o negócio funcione?

Biusiness-Model-Canvas-Recursos-chave-mm

7-Atividades-chave: Quais atividades constantes serão necessárias para que o Modelo e os Recursos-chave funcionem corretamente e tenham boa performance? Em termos operacionais o que será indispensável?

Biusiness-Model-Canvas-Atividades-chave-mm

8-Parcerias-chave: Quem (pessoa ou empresa) será necessária ou poderá agregar valor ao seu produto ou serviço considerando todos os aspectos que o envolvem (desenvolvimento, manutenção e distribuição)? Quais parcerias poderão auxiliar na obtenção de Recursos-chave, realizar Atividades-chave, minimizar ou eliminar Custos?

Biusiness-Model-Canvas-Parcerias-chave-mm

9-Estrutura de custo: Quais serão as despesas e custos inerentes ao seu Modelo de Negócio e recorrentes de sua operacionalização? Quais serão as Atividades e Recursos-chave mais caros?

8. Exemplos de utilização do Modelo Canvas

Para exemplificar, vamos analisar alguns modelos criados com base no negócio de empresas e marcas famosas:

logoGillette2-mm

Canas-Gillette-mm

logoMercadoLivre2-mm

logoTIM-mm

Canvas-TIM-2-mm

9. Materiais úteis para modelar o seu negóciocanvanizer-canvas-online-mm

SEBRAE-Canvas

Modelo Canvas para G-Docs

Se você prefere criar modelos de negócio de forma virtual acesse nosso Modelo Canvas para G-Docs.

Sobre <strong>o autor</strong>

Sobre o autor

Alexandre Spada é empresário na área de tecnologia, formado em Ciência da Computação, Especialista em Engenharia Web e Gestão Estratégica de Negócios. Atualmente, Alexandre cursa Mestrado em Design, Inovação e Tecnologia.

Saiba mais

O que você achou do artigo?

Compartilhe conosco suas impressões, experiências e dúvidas sobre o assunto.

logo-2-2016-min.png

A SFORWEB é uma agência especializada em Marketing Digital focada em oferecer soluções sob medida para pequenas e médias empresas. Conheça alguns dos nossos serviços:

👉 Automação de Marketing
👉 Consultoria em Marketing Digital
👉 Inbound Marketing
👉 Inside Sales
👉 SEO – Search Engine Optimization
👉 Links Patrocinados
👉 Web Design & Growth Driven Design

newsletter-sforweb-edit-

Receba as atualizações do Blog

Insira seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações e novos artigos do Blog.

arrow-news2—

Copyright © 2018 · SFORWEB Agência Digital © Todos os direitos reservados

Rua Nova Prata, 121 – Vl. Maria | São Paulo – SP