Otimização de sites: Como usar SEO para se posicionar em mecanismos de busca

foto-de-perfil2017.png

Escrito por: Alexandre Spada

Insira seu endereço de e-mail para receber as atualizações e novos artigos do Blog gratuitamente.

O que é otimização de sites para mecanismos de busca, o que é SEO e por que isso é tão importante para ganhar mercado no universo digital?

Antes de responder a essas perguntas preciso lhe informar sobre um dado muito importante!

Você consegue imaginar quantos artigos em blog e novas páginas de sites são publicadas diariamente? Algum palpite?

Vou lhe ajudar… Mais de 2 milhões!

Isso significa que em média, 46 pessoas estão pressionando o botão “publicar” neste exato momento, enquanto você lê esta frase.

Não quero lhe desmotivar, mas a cada dia se torna mais difícil conseguir alcançar destaque para qualquer conteúdo digital.

Mas calma, eu disse difícil, não impossível!

Muitas empresas destinam horas para a criação de conteúdos incríveis, mas se esquecem completamente de um fator primordial, otimizá-los para mecanismos de busca.

O resultado disso são materiais extremamente ricos, interessantes e bem formulados, porém, destinados a ficarem esquecidos sem muitos acessos. E o mais grave, sem gerar também qualquer tipo de retorno para o negócio que os criou.

A verdade é que uma coisa não pode andar sem a outra. Todo conteúdo comercial, seja ele um texto que descreve um produto / serviço, uma página institucional, um artigo de blog ou um vídeo, não pode nem deve ser criado sem ter sido previamente planejado, e posteriormente, otimizado para que alcance maior encontrabilidade em mecanismos de busca.

É aqui que entram as estratégias e técnicas de SEO (Search Engine Optimization), ou em português, simplesmente Otimização para Mecanismos de Busca.

Em um mundo onde mais de 90% das experiências on-line começam com uma pesquisa, aparecer na primeira página do Google pode ser um fator decisivo entre um negócio que irá prosperar e um que está fadado ao fracasso.

Índice do artigo:

O que é SEO?
SEO – Denição
Por que SEO é importante?
Tipos de SEO
SEO on-page
SEO off-page
Conclusão

Mas, afinal o que é SEO?

SEO - Otimizacao de sites para mecanismos de busca

Como eu descrevi acima, SEO significa Otimização para Mecanismos de Busca. Mas, o que especificamente deve ser levado em consideração para que um conteúdo ou site seja otimizado?

O layout? Os textos? Os links entre as páginas?

A resposta é sim para todas as alternativas. Mas, não é só isso! Esses elementos são apenas a ponta do iceberg.

Vou entrar em mais detalhes no decorrer deste artigo. Antes, vamos entender melhor como tudo acontece!

SEO – Definição

SEO - Definição

“SEO é o processo de afetar a visibilidade de um site ou uma página na internet nos resultados não pagos (orgânicos) de mecanismos de busca.”

Em outras palavras, SEO é o processo de otimização de sites e conteúdos digitais, de modo que ferramentas de busca como o Google, prefiram exibi-lo como um resultado superior para pesquisas de uma determinada palavra-chave.

Suponha que você tenha um artigo em seu blog sobre como “falar inglês fluentemente em 6 meses”, e você queira que o motor de busca (em 90% dos casos é o Google), mostre seu texto sempre que alguém pesquisar pelo termo “falar inglês fluentemente” ou “falar inglês”.

Então, SEO são as técnicas e estratégias que você precisará trabalhar em seu conteúdo para que o Google considere exibi-lo como um dos melhores resultados sempre que alguém procurar por essas palavras-chave.

Por que SEO é importante para otimização de sites e conteúdo digital?

Por que SEO é importante?

93% das experiências on-line começam em um mecanismo de busca, onde 80% delas usam o Google como ferramenta de pesquisa.

Combine esses dados com o fato de que os primeiros 5 resultados exibidos no Google obtém 75% de todos os cliques. Agora você consegue perceber por que SEO é tão importante?

Seu conteúdo sendo exibido em qualquer outra página dos resultados de pesquisa do Google, que não seja a primeira, é equivalente quase que a não possuir presença digital.

Mas, para entender como conseguir ficar bem posicionado em pesquisas, primeiro você precisa saber como os mecanismos de busca funcionam:

Enquanto o Google guarda a 7 chaves seu algoritmo e seus métodos para posicionar conteúdo nos resultados de pesquisa, sabe-se que são considerados mais de 200 critérios.

Falarei sobre alguns deles a seguir.

Técnicas de SEO: SEO On-Page e SEO Off-Page

Otimização de sites: SEO On-Page e SEO Off-Page

Existem muitas técnicas de SEO, mas basicamente elas são divididas em 2 categorias para otimização de sites e conteúdo digital, sendo: On-Page e Off-Page.

O SEO On-Page refere-se a todos os fatores de classificação do Google que estão presentes em seu site, blog ou conteúdo, como por exemplo, títulos, URLs e estrutura da página.

O SEO Off-Page compreende todas as variáveis que o Google considera que não estão exclusivamente em seu conteúdo, dependendo de terceiros, como por exemplo, referência de outros sites, redes sociais, relevância de outros blogs do mesmo segmento que o indicam e inclusive, o histórico pessoal de quem está realizando a pesquisa.

Eles são diferentes, mas ambos devem ser levados em consideração para obter bons resultados.

SEO On-Page

O SEO On-Page é dividido em 3 subcategorias, sendo: Conteúdo, Estrutura do site / blog e Arquitetura. Vamos dar uma olhada em cada uma delas e os principais elementos que as compõem?

1. Conteúdo

Otimização de sites: Em SEO Conteúdo é Rei

Você já ouviu a frase: “O conteúdo é rei”? Nós a usamos com frequência aqui no Blog.

Bill Gates fez essa previsão em 1996 e ela deve permanecer atual ainda por muito tempo! Sabe por quê?

Porque o negócio de mecanismos de busca como o Google é fornecer conteúdo de qualidade a seus usuários. Isso implica em satisfazer as suas necessidades, filtrando e entregando somente resultados que tendem de fato a esclarecer ou resolver o problema que está sendo procurado.

No caso do Google, ter clientes felizes é ter pessoas que encontram a melhor resposta para aquilo que procuram de forma simples e rápida.

Para alcançar esse objetivo toda sua energia é dedicada a desenvolver métodos que possam identificar qual conteúdo atenderá à demanda específica de quem está pesquisando, oferecendo-lhe a melhor experiência possível.

Mas como ele faz? Isso é uma longa história, mas um dos fatores de SEO On-Page levados em consideração no Conteúdo é o seu tamanho.

Sim, você leu certo!

Para o Google, conteúdos maiores tendem a ser mais completos, ou seja, possuem maiores chances de responder a todas as dúvidas do usuário sobre determinado assunto.

“SEO não é diferente de qualquer outra habilidade, grandes resultados sempre virão de grandes esforços.”

É claro que a qualidade do conteúdo será avaliada, mas falaremos depois sobre isso!

Assim como o melhor marketing do mundo não irá ajudá-lo a vender um produto ruim de forma recorrente, o SEO será inútil caso você não esteja disposto a oferecer conteúdo realmente relevante ao seu público alvo.

Abaixo estão alguns fatores importantes para que não somente o Google, mas mecanismo de busca em geral, vejam seu conteúdo com bons olhos:

a) Qualidade

SEO Offpage - Conteúdo de Qualidade

Embora os tempos em que apenas entregar o melhor conteúdo faria seu negócio se destacar frente à concorrência estejam no passado, ele ainda é o ponto de partida para qualquer estratégia de otimização de sites através de SEO.

Sei que criar conteúdo relevante para os usuários e para mecanismos de busca não é uma tarefa fácil, afinal, isso significa ter habilidades técnicas (para otimizá-lo) e conhecimento sobre o que está sendo criado. Porém, é algo necessário caso queira avançar no sentido de aumentar exponencialmente a visibilidade da sua empresa sem ter que pagar por anúncios.

É importante ter em mente 2 elementos ao pensar em Conteúdo de Qualidade:

  • Ele precisa ser focado no usuário, satisfazendo às suas expectativas e necessidades;
  • Dever ser original (caso o Google encontre algum conteúdo igual ao seu, ele perderá relevância).

b) Pesquisa de palavras-chave (Keywords)

SEO Onpage - Palavras-chave (Keywords)

É essencial antes da geração de conteúdo definir qual será a palavra-chave a ser trabalhada. Pode ser mais de uma!

Para a escolha devem ser avaliados termos que tenham relação com o negócio e o seu volume de pesquisas diário e mensal.

Esse passo é de extrema importância, pois de nada adianta ficar bem posicionado para uma expressão que ninguém busca. Por isso, de todos os fatores de SEO On-Page voltado a conteúdo, esse é o que você deve prestar mais atenção!

Outro ponto que preciso destacar, é que o Google vem ficando ao longo dos anos, cada vez melhor em avaliar conteúdos. Ele já leva em consideração, inclusive a semântica em que as palavras-chave são utilizadas, assim como todo o contexto que as envolve.

O melhor é não tentar enganá-lo!

c) Consistência

SEO OnPage - Consistência

Segundo pesquisa realizada pelo Hubspot, publicar conteúdo frequentemente melhora o posicionamento em rankings do Google.

No entanto, publicar com consistência é apenas uma forma de sinalizar ao Google novidades, e indiretamente indicar que seus materiais são atualizados.

Outro ponto importante, é não abandonar publicações antigas. É possível reaproveitá-las reescrevendo trechos que não façam mais sentido e adicionando novas informações. O Google também irá levar em consideração sua preocupação em manter seu conteúdo sempre completo e inovador.

d) Clareza

Otimização de sites: SEO OnPage Conteudo claro

Uma das atualizações mais recentes do Google passou a oferecer aos usuários respostas diretas, sem que eles tenham que clicar em algum resultado.

Caso seu conteúdo tenha sido otimizado e escrito com clareza suficiente para que o Google o perceba como uma resposta a alguma dúvida específica, ele será exibido em destaque diretamente abaixo da barra de pesquisa. O que é uma enorme vantagem frente aos demais resultados!

Matt Cutts, ex-chefe da equipe de spam do Google e muitas vezes porta voz para as últimas mudanças em SEO e algoritmo da empresa, anunciou recentemente que as pessoas que estivessem focando em objetividade estariam no caminho certo.

É por isso que guias detalhados do tipo “passo-a-passo” estão cada vez mais populares.

Portanto, evite enrolações, parágrafos longos e construções complexas de frase. Perante o Google, isso não o fará parecer mais inteligente, nem o ajudará em seus processos de SEO.

2- Estrutura do site / blog

SEO OnPage - Estrutura do site

O próximo elemento de SEO On-Page que requer cuidados é a estrutura que armazenará o conteúdo e que será a responsável por exibi-lo ao usuário, ou seja, a otimização do site propriamente dita.

Basicamente, sites são desenvolvidos utilizando HTML, que é uma linguagem de programação simples, destinada à construção de websites e sistemas que funcionam através da internet.

Não é necessário que se torne um programador profissional para esse tipo de otimização, mas:

Trabalhar SEO sem um conhecimento básico de HTML é o mesmo que dirigir sem saber o significado das cores dos semáforos.

Por ser um assunto técnico, não vou me aprofundar neste artigo sobre isso, mas vou citar abaixo os 4 principais elementos de HTML que você deve otimizar em cada peça de conteúdo que produzir:

a) Tags de Título

Tags de Título são equivalentes às tradicionais manchetes de jornais e revistas. Como próprio nome indica, é o título do seu conteúdo.

b) Meta Descrição

Meta descrições são pequenos trechos descritivos do seu conteúdo. Elas são exibidas logo abaixo do título e do link da sua página nos resultado de pesquisa.

c) Subtítulos

Subtítulos ajudam a formatar e estruturar o conteúdo, fornecendo pontos de referência para que o usuário encontre informações mais rapidamente, além de torná-lo também mais organizado e simples de navegar.

O HTML possui marcações para títulos e subtítulos que indicam sua hierarquia. Tais marcações (h1, h2, h3, h4) não podem deixar de ser usadas ao longo do texto.

3. Arquitetura

SEO Onpage - Arquitetura da informação para otimização de sites e conteúdo digital

A terceira e última parte de SEO On-page que vou abordar aqui é a arquitetura do site. Podem parecer coisas óbvias, mas esses elementos quando levados em consideração melhoram significativamente a posição de páginas.

Uma arquitetura bem pensada e elaborada proporciona uma ótima experiência para o usuário quando ele navega em seu conteúdo, e como já vimos anteriormente, isso é tudo que o Google quer.

Por outro lado, alguns elementos devem ser otimizados pensando especificamente em mecanismos de busca. Afinal, quanto mais fácil um site for acessível para o Google, melhor será sua classificação.

Vamos ver alguns deles?

a) Links

SEO Onpage - Sitemap

Lembra das aranhas do vídeo introdutório sobre como o Google funciona? Essas aranhas nada mais são que programas que identificam e seguem todos os links que um site contém.
A forma como os links são criados e distribuídos dentro de um site pode dificultar ou facilitar o trabalho das “aranhas”. Caso seja a segunda a opção, elas serão mais propensas a relatar ao Google que você é um bom resultado.

Quanto mais espessa for “a teia” de links entre as páginas do seu site, mais fácil será para as “aranhas” chegarem a todos eles, dando ao mecanismo de busca uma melhor compreensão do seu conteúdo.

b) Site responsivo (mobile-friendly)

SEO - Site responsivo (Mobile)

Como você deve estar percebendo, a otimização de sites envolve muitos elementos e um deles é a responsividade.

Se o seu site não se ajusta automaticamente a qualquer tamanho de tela, como as de tablets e smartphones, você terá problema em posicionar bem seu conteúdo em mecanismos de busca.

Como dissemos anteriormente, o objetivo do Google é oferecer a melhor experiência possível a seus usuários. Logo, conteúdos que não ofereçam uma boa visualização em qualquer dispositivo estão gradativamente sendo eliminados dos resultados de pesquisa.

Clicando aqui, você pode verificar se o seu site atende aos requisitos mínimos exigidos pelo Google para considerar seu site como adequado dentro deste quesito.

c) Velocidade de carregamento

SEO Onpage - Velocidade de carregamento

Não se engane, se usa frequentemente a internet sabe como esse fator é importante. Estamos cada vez mais imediatistas e isso é inegável.

Hoje, nós valorizamos nosso tempo mais do que qualquer coisa, e longos períodos de carregamento podem fazer com que as pessoas simplesmente desistam de acessar seu conteúdo.

Os mecanismos de busca sabem disso!

d) Conexão segura (HTTPS, SSL)

SEO OnPage - Conexão Segura SSL e HTTPS

O Google anunciou recentemente que fatores de segurança agora também são levados em consideração para a classificação de resultados.

Existem dois protocolos de segurança comuns na internet que atendem a este requisito: HTTPS (uma versão segura do HTTP) e SSL (Secure Socket Layer).

Se o seu site não possui nenhum desses 2 protocolos, considere utilizá-los para melhorar seu posicionamento.

SEO Off-Page

Agora que já conhece os principais elementos que deve considerar para realizar uma boa otimização do seu site para mecanismos de busca, chegou a hora de conhecer também os fatores externos que incidem em seu posicionamento.

Vamos a eles…

1. Confiabilidade (Trust)

SEO Offpage - Confiabilidade

Para que uma página esteja classificada entre os 10 melhores resultados de pesquisa, ela deve parecer confiável frente aos olhos dos mecanismos de busca, e aqui, a otimização de sites também pode ajudar.

Este critério de avaliação vem ganhando cada vez mais força à medida que o Google atualiza seu algoritmo.

Com isso, sites que não atendam aos padrões de desenvolvimento, que possuam códigos suspeitos ou que de fato tentem realizar spam ou qualquer coisa ilegal, estão sendo retirados dos resultados das pesquisas.

Ok, mas quais fatores tornam um site confiável? Os principais deles são:

a) Autoridade

Autoridade do domínio

Alguns domínios, por sua natureza, são considerados mais relevantes pelo Google devido ao que representam. Por exemplo, domínios .edu representam instituições voltadas à educação, .gov instituições governamentais, etc.

A autoridade de um domínio também pode ser construída. Seu posicionamento e a quantidade de assunto relevante sobre algum tema, indicações através de links de outros sites importantes no segmento, dentre outros fatores contribuem para a construção de autoridade.

Autoridade de página

Aqui os critérios de avaliação são os mesmos de domínios. Porém, é levada em consideração somente a página individualmente, e não todo o conteúdo do site.

b) Taxa de rejeição (Bounce Rate)

A taxa de rejeição é uma métrica que contabiliza quantas pessoas visitaram um site e saíram dele sem acessar mais nenhum conteúdo, ou seja, que visualizaram (ou quase) uma única página.

O Layout do site, a usabilidade, a apresentação do conteúdo, o tempo de carregamento da página e as estratégias para atrair as pessoas certas são componentes que afetam diretamente esta questão.

c) Idade do domínio

Sites mais antigos, que se mantiveram consistentes ao longo tempo também tendem a ser considerados mais relevantes.

2) Links

SEO Offpage - Links

Uma maneira do Google avaliar a relevância de um site é a quantidade de links que apontam para ele.

O raciocínio é simples. Quando você gosta de algo ou o considera importante você não o indica a outras pessoas?

O mesmo princípio se aplica ao universo digital. Conteúdos de qualidade tendem a ser indicados e citados por várias pessoas, recebendo assim, diversos links.

Mas calma, não é qualquer link. Para evitar fraudes o Google avalia também a autoridade do site ou página que está realizando a indicação. Caso ele seja duvidoso ou não tenha autoridade, o link pode mais prejudicar que ajudar na classificação.

Links em comentários de blogs, fóruns e redes sociais possuem pouca (ou nenhuma) relevância.

Qualidade é mais importante que quantidade!

3) Dados pessoais do pesquisador

SEO Offpage - Dados pessoais do pesquisador

Dados pessoais do pesquisador também são levados em consideração para que o Google escolha quais resultados irá exibir.

A localização geográfica é um deles. Por exemplo, caso alguém realize uma pesquisa por “Agência de SEO”, o buscador tenderá a mostrar sites de empresas que estejam nas proximidades do local de quem pesquisou.

Outro fator importante é o histórico de buscas do pesquisador. Caso ele já tenha visitado uma determinada página, ela tem mais chances de aparecer novamente em pesquisas futuras. Isso porque o Google irá considerar que essa página é um resultado relevante, uma vez que já recebeu visitas dessa pessoa.

4) Autoridade social

SEO Offpage - Influência Social

Caso você tenha perfil em redes sociais para o seu negócio, seus fãs, seguidores e demais interações em tais mídias também contarão como referência positiva para mecanismos de busca.

O Google presta muita atenção em interações no Youtube e no Google Plus por serem mídias da própria empresa.

Conclusão

Espero que este artigo tenha ajudado você a conhecer o essencial sobre SEO para otimização de sites e conteúdo digital, e também toda a sua importância para que alcance maior visibilidade e consequentemente, mais lucro.

A ausência de um planejamento de otimização pode neutralizar sua presença on-line. Portanto, não deixe de considerar este elemento que é peça indispensável em uma estratégia de Marketing Digital que realmente trará resultados.

A propósito, SEO é apenas um dos principais componentes trabalhados em Marketing Digital. Caso queira conhecer outros 6 deles, temos um artigo aqui no Blog que esclarecerá muitas das suas dúvidas. Para lê-lo, basta clicar no link abaixo:

Você sabe o que é Marketing Digital e quais são seus 7 principais elementos?

Não se preocupe caso você já tenha um site e/ou já gere conteúdo para internet. Sempre é possível melhorar e nunca é tarde para começar.

Mas, comprometa-se a fazer algo! Assim, cada vez que você pressionar o botão “publicar”, estará mais perto de se destacar frente à concorrência e assim, gerar mais negócios.

Agora, depois de ler este artigo, quais serão seus próximos passos para implementar tudo que aprendeu? Recomendo que comece baixando nosso Checklist SEO para criação de conteúdo. Nele pontuamos os principais elementos que você não pode esquecer ao criar conteúdos com o intuito de se posicionar em ferramentas de busca.

Até o próximo artigo e bom aumento de tráfego para o seu negócio!

 

Referências

http://searchengineland.com
http://www.webconfs.com
https://moz.com
https://en.wikipedia.org
http://neilpatel.com

Sobre <strong>o autor</strong>

Sobre o autor

Alexandre Spada é empresário na área de tecnologia, formado em Ciência da Computação, Especialista em Engenharia Web e Gestão Estratégica de Negócios. Atualmente, Alexandre cursa Mestrado em Design, Inovação e Tecnologia.

Saiba mais

O que você achou do artigo?

Compartilhe conosco suas impressões, experiências e dúvidas sobre o assunto.

logo-2-2016-min.png

A SFORWEB é uma agência especializada em Marketing Digital focada em oferecer soluções sob medida para pequenas e médias empresas. Conheça alguns dos nossos serviços:

👉 Automação de Marketing
👉 Consultoria em Marketing Digital
👉 Inbound Marketing
👉 Inside Sales
👉 SEO – Search Engine Optimization
👉 Links Patrocinados
👉 Web Design & Growth Driven Design

newsletter-sforweb-edit-

Receba as atualizações do Blog

Insira seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações e novos artigos do Blog.

arrow-news2—

Copyright © 2018 · SFORWEB Agência Digital © Todos os direitos reservados

Rua Nova Prata, 121 – Vl. Maria | São Paulo – SP

Modelo Canvas
para Google Docs

Crie seus modelos de negócio com a metodologia Canvas nas ferramentas do Google Docs.
ACESSE AGORA

Você sabe o que funciona no Marketing Digital?

Não desperdice tempo e dinheiro com práticas que não irão gerar resultados para o seu negócio.
DOWNLOAD

Seu conteúdo no topo das pesquisas da Google

Atraia visitantes e gere muito mais oportunidades de negócio e vendas para sua mepresa.
DOWNLOAD

Rapidez, previsibilidade e escalabilidade

Automatize seus processos e ganhe mais eficiência na geração de vendas e aquisição de novos clientes.
DOWNLOAD