Instagram ou Facebook? Qual a melhor rede social para divulgar a sua empresa, investir em publicidade e gerar negócios?

foto-de-perfil2017.png

Escrito por: Alexandre Spada

Insira seu endereço de e-mail para receber as atualizações e novos artigos do Blog gratuitamente.

Instagram ou Facebook? Qual é a melhor rede social para divulgar a sua empresa, investir em publicidade e gerar negócios?

Essa é uma pergunta de difícil resposta, e talvez por isso, ela seja enviada tão frequentemente ao nosso suporte por empresas que buscam divulgar seus produtos e serviços em redes sociais.

Embora tenhamos muitas mídias disponíveis atualmente, o Instagram e o Facebook estão entre as mais “badaladas” do momento.

Ambas, mesmo estando em operação já a algum tempo, continuam ganhando novos usuários, o que as torna muito atrativas para veiculação de anúncios e ações de marketing. Porém, cada uma possui características particulares, o que dificulta a escolha por uma delas.

Antes de dizermos a nossa opinião a respeito, quero convidar você a conhecer um pouco mais sobre essas redes sociais, e assim, tirar suas próprias conclusões sobre qual delas faz mais sentido para o seu negócio.

Vamos lá?

Instagram – Dados e Estatísticas

Instagram ou Facebook? Instagram - Estatísticas, dados e números

Vamos começar com uma análise mais detalhada do Instagram e seu papel na publicidade de produtos e serviços. Vejamos alguns números e estatísticas interessantes sobre a rede social que elucidarão muitas das suas dúvidas.

1. Alcance

Segundo o Portal Statista, especializado em pesquisas de mercado, o Instagram possui atualmente mais de 813 milhões de usuários ativos, dos quais, cerca de 500 milhões interagem na rede social diariamente.

20% desses usuários são norte-americanos, enquanto os demais 80% estão espalhados pelo mundo, o que indica o alcance global massivo da plataforma.

O Brasil, em 2017, já ocupava a 2ª posição no ranking de países com mais usuários ativos. Segundo o diretor de negócios global do Instagram, Vishal Shah, 50 milhões deles estão em terras tupiniquins, ou seja, aproximadamente 24% da população do país tem conta na rede social.

É interessante ressaltar que, 15 milhões dessas contas são perfis comerciais, o que demonstra uma forte adesão também dos empresários brasileiros.

Instagram ou Facebook? Instagram - Número de usuários no Brasil e no mundo
Instagram: Características de uso e distribuição dos perfis

Outro dado interessante é que, segundo o próprio Instagram, 80% dos seus usuários seguem pelo menos 1 perfil comercial, e afirmaram já ter descoberto sobre novos produtos e serviços por meio da plataforma.

Após março de 2017, mais de 120 milhões de usuários do Instagram visitaram o site, foram direcionados, ligaram, mandaram e-mail ou uma mensagem direta para uma empresa.

Pelo menos 30% dos usuários do Instagram já compraram um produto que descobriram por meio da rede social.

Por essa razão, atualmente, mais de 1 milhão de anunciantes já investem parte do seu budget de marketing na compra de mídia na rede social.

2. Engajamento

Uma grande qualidade do Instagram é sem dúvida o engajamento dos seus usuários. Diariamente são publicados mais de 95 milhões de fotos e vídeos, que geram um total de aproximadamente 4,2 bilhões de interações.

Segundo dados do Locowise, software para gerenciamento de mídias sociais, o Instagram mantém a maior taxa de engajamento entre todas as outras redes sociais:

Instagram, Facebook e Twitter - Taxas de engajamento
Comparativo entre as taxas de engajamento: Instagram, Facebook e Twitter

Em 2015, a Forrester realizou um estudo sobre como os usuários de redes sociais se envolveram com marcas globais neste ano.

Para isso, foram analisadas mais de 2.400 publicações e 11,8 milhões de interações realizadas nas plataformas. A partir desses dados, pode-se observar que os maiores índices de engajamento vieram de posts no Instagram.

A mLabs, empresa de gestão de redes sociais, divulgou em 2017 um estudo apontando que as empresas têm usado mais o Instagram do que o Facebook em suas estratégias de Marketing Digital. O motivo é o mesmo, a efetividade do engajamento proporcionado pela plataforma.

Ainda segundo o estudo, embora o Facebook apresente mais cliques em publicações, ele não possui métricas de engajamento tão elevadas quanto às do Instagram.

A nossa experiência aqui na agência com Gestão de Mídias Sociais e criação de conteúdo para essas plataformas também comprova esses números.

Alcançamos níveis de engajamento significativamente superiores no Instagram, em se tratando de publicação de fotos e vídeos.

Redes Sociais - Taxas de interação e engajamento com empresas
Redes Sociais – Taxas de interação e engajamento com empresas

3. Volume de tráfego

Além das altas taxas de engajamento, o Instagram também traz visitantes altamente engajados de diversos outros canais.

A plataforma Yotpo realizou um estudo para descobrir quais canais atraem tráfego mais engajado. O resultado mostrou que os visitantes do Instagram ficam 45% mais tempo na rede social que os usuários do Facebook e Twitter, por exemplo.

Média de permanência nas redes sociais por visita
Média de permanência nas redes sociais por visita (em segundos)

4. Demografia

Antes de decidir em que rede social investir é preciso saber se o seu público-alvo e a sua persona estão presentes nesse canal.

Um estudo de 2015, realizado pela Pew Research descobriu que há mais usuários do sexo feminino no Instagram. Segundo o estudo, 31% das mulheres online usam a plataforma regularmente, enquanto o percentual masculino é de 24%.

Instagram - Dados Demográficos
Instagram – Dados Demográficos

Ainda segundo a pesquisa, o Instagram é mais popular entre jovens de 18 a 29 anos, onde 55% dos usuários regulares de internet nesta faixa etária usam a rede social.

Ebook: Marketing no Facebook - Como fazer marketing na maior rede social do mundo

Extraia o máximo da maior rede social do mundo para a sua empresa

Aprenda as melhores práticas para criação de páginas, anúncios e como mensurar os resultados.

Facebook – Dados e Estatísticas

Facebook - dados e estatísticas

Agora que você já sabe alguns números interessantes sobre o Instagram, vamos entender um pouco mais sobre o Facebook e a sua importância para o marketing e a publicidade digital.

1. Alcance

O Facebook continua sendo a maior e a mais popular rede social do mundo. Segundo pesquisa realizada pela Dreamgrow, o Facebook conta com 2,2 bilhões de usuários ativos mensalmente.

No Brasil, que ocupa a terceira posição no ranking de países que mais utilizam o Facebook, 8 em cada 10 brasileiros que acessam a internet tem um perfil na rede social.

Se você já ouviu a frase: “Todo mundo está no Facebook”, tenha certeza que ela já é quase uma verdade. Atualmente, aproximadamente 28% de toda população mundial tem uma conta na rede social, o que representa, 43.8% de todos os usuários de internet do mundo.

Isso torna a plataforma uma das mais democráticas redes sociais, possibilitando com que marcas atinjam os mais diversificados públicos.

8 redes sociais mais populares e usadas do mundo por número de usuários
8 redes sociais mais populares do mundo e seu número de usuários ativos

2. Engajamento

Quando o assunto é envolvimento, o Facebook não funciona tão bem quanto o Instagram, mas, ainda assim ocupa a segunda melhor taxa de engajamento dentre todas as redes sociais (dados da Locowise).

O estudo que citamos anteriormente da Forrester também apoia essa afirmação, confirmando que a plataforma gera o segundo maior número de interações entre usuários e marcas.

3. Demografia

Como dissemos anteriormente, o Facebook apresenta-se como a rede social mais democrática da atualidade, abrangendo praticamente todas as faixas etárias e classes sociais:

Facebook - Número de usuários do sexo masculino e feminino por idade - Dados Mundiais
Facebook: Usuários divididos por idade e gênero (Dados mundiais 2018)
Facebook - Estado civil dos usuários brasileiros - dados de 2018
Facebook – Estado civil dos usuários brasileiros (2018)
Facebook – Nivel Educacional dos usuários brasileiros – dados de 2018
Facebook: Nível Educacional dos usuários brasileiros (2018)

4. Desempenho de anúncios

Anúncios no Facebook apresentam ótimo desempenho e na maioria das vezes, a custos mais baixos que no Google.

Todo seu potencial tem resultado aos cofres da empresa, uma receita de US $ 6,82 bilhões originados somente de compra de publicidade.

De acordo com a Social Flow, cada um dos seus 2,07 bilhões de usuários equivale a, em média, US$ 14,17 em receita anual de anúncios.

Essa valoração se dá, pela capacidade da rede social de entregar assertivamente publicidade para seus usuários, tornando a relação proveitosa para a empresa que paga para anunciar, para quem recebe os anúncios e para o próprio Facebook.

5. Facebook para negócios

O Facebook também já é amplamente usado para geração de negócios. Segundo pesquisa, 70% dos seus usuários ativos estão conectados a pelo menos uma página de empresa (Fanpage).

Outro dado que comprova o seu potencial é que atualmente, 93% dos profissionais de marketing mais respeitados no Brasil e no mundo utilizam a rede social de alguma forma em suas estratégia.

Indo de encontro com esse dado, outra pesquisa mostrou que 67% das empresas que atuam no segmento B2C afirmam já terem conquistado novos clientes através do Facebook.

Comparando Instagram e Facebook

A discussão entre Instagram ou Facebook, principalmente no Brasil, precisa de bastante contexto para comparações. Portanto, tomaremos como base os estudos que citamos até aqui para tirarmos algumas conclusões relevantes sobre qual rede social tende a gerar mais resultados para um negócio.

Primeiramente, em nossa percepção decorrente do serviço de Gestão de Mídias e Redes Sociais que prestamos a inúmeras empresas, o Instagram – assim como apontam as pesquisas – permite um crescimento orgânico (sem compra de anúncios) muito superior ao Facebook.

As explicações para isso são divergentes, porém, costumamos atribuir esse fato aqui na agência a 4 principais fatores:

  • Hashtags: embora o Facebook também possibilite a utilização de hashtags como marcações em publicações, seus usuários não estão habituados a fazer pesquisas utilizando-as como filtro. No Instagram, pesquisar por marcações é mais comum, o que possibilita que usuários encontrem outros perfis que falem sobre seus assuntos de interesse organicamente.
  • EdgeRank: O Facebook possui um algoritmo que determina com base em inúmeras análises o que cada usuário vê em seu feed de notícias. Esse algoritmo, até o momento, parece atuar com menos força no Instagram, permitindo que as publicações na rede social alcancem um número maior de pessoas em comparação ao Facebook.
  • Tempo na Rede Social: Como dissemos anteriormente, o Instagram tem apresentado taxas maiores de permanência de seus usuários, o que somado à baixa intervenção do EdgeRank, proporciona um maior alcance das publicações em geral, e consequentemente, maior engajamento.
  • Apelo visual: Como o Instagram é composto basicamente por conteúdo nos formatos de imagem e vídeo, sua linha do tempo passa a ser mais simples de consumir, exigindo pouco ou nenhum esforço de seus usuários, o que é um ponto bastante favorável de acordo com os hábitos dos brasileiros.
  • Aumento do número de smartphones com acesso à internet: Segundo a ANATEL, o Brasil alcançou no primeiro semestre de 2018, 235 milhões de linhas móveis habilitadas. Esse número demonstra que já existem mais linhas que habitantes em nosso país.  O crescimento do número de smartphones conectados à internet, favorece a utilização de aplicativos criados especificamente para uso em dispositivos móveis, como é o caso do Instagram. Segundo pesquisa do IBOPE, 60% desse total de linhas habilitadas possuem conta na rede social.

Além da possibilidade de crescimento mais acelerado, outra vantagem do Instagram, como também dissemos anteriormente é seu nível de engajamento!

Em uma experiência, um mesmo post da Adidas foi publicado nas duas plataformas: Na Fanpage da marca que reunia 24 milhões de fãs e em seu perfil no Instagram com 9,7 milhões de seguidores.

Mesmo com esses números, a publicação na primeira rede social foi visualizada 78 mil vezes, enquanto no Instagram, 130 mil.

Mas, aqui um ponto é extremamente importante e preciso fazer uma observação.

Mesmo o Instagram proporcionando um crescimento mais acelerado de seus perfis sem a necessidade de anúncios é preciso ter cuidado ao avaliar métricas do tipo alcance e engajamento.

Precisamos entender que elas devem ser vistas como métricas “meio” e não métricas “fim”. Elas nos dão insumos para a tomada de decisão sobre o conteúdo e a distribuição de mídia, mas em si só não estão atreladas necessariamente ao sucesso de um negócio.

Conhecemos inúmeras empresas que possuem perfis repletos de seguidores engajados, que interagem com afinco, mas que não compram sequer uma agulha desses negócios.

Voltando ao assunto principal deste texto, mesmo o Instagram apresentando todas essas vantagens, ele não é tão popular em algumas faixas etárias, o que é um fator determinante para a decisão de incluí-lo ou não em uma estratégia.

Outra questão importante é que, por sua característica predominantemente visual,  ele privilegia ações para produtos que também tenham esse apelo.

Já o Facebook, mesmo apresentando menos engajamento e alcance que o Instagram, por ser a rede social com maior abrangência em todas as classes sociais e faixas etárias é a mais indicada para qualquer tipo de negócio, uma vez que 43.8% de todos os usuários de internet do mundo fazem parte dela.

Ela também apresenta maior versatilidade, uma vez que oferece múltiplas opções para variadas estratégias, como por exemplo, a utilização de grupos, criação de eventos, páginas de produtos, fotos, vídeos, textos, transmissões ao vivo e enquetes.

Mas, seu principal diferencial é a possibilidade de disponibilizar links “clicáveis” em cada post, que podem direcionar facilmente os usuários para conteúdos externos, como por exemplo, para blog posts ou inclusive o próprio site da empresa.

Concluindo…

Assim, como você pode perceber, tanto o Instagram com o Facebook possuem prós e contras que devem ser avaliados com cautela durante seu planejamento de marketing para redes sociais.

Escolher a plataforma que gerará mais resultados, depende a princípio, de saber com clareza o que se deseja alcançar e qual é o perfil do seu público-alvo.

O que funciona bem para uma empresa pode não funcionar tão bem para outra.

Lembre-se que o ponto de partida sempre deve ser o cliente. Avalie seu perfil, quais redes sociais ele mais utiliza, que tipo de conteúdo prefere consumir e mãos à obra. O sucesso estará garantido!

Forte abraço e até o próximo artigo!

Referências

Portal Statista
Folha de São Paulo
Instagram Business
Yotpo
Locowise
Forrester
mLabs
Pew Research
Dreamgrow
Social Flow

Compartilhe nas redes sociais:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

icone-cadastro2

Quer saber mais sobre como usar todo o potencial das Redes Sociais para atrair mais clientes?
Cadastre-se abaixo e receba gratuitamente em seu e-mail mais conteúdo sobre o assunto! 

Sobre <strong>o autor</strong>

Sobre o autor

Alexandre Spada é empresário na área de tecnologia, formado em Ciência da Computação, Especialista em Engenharia Web e Gestão Estratégica de Negócios. Atualmente, Alexandre cursa Mestrado em Design, Inovação e Tecnologia.

Saiba mais

O que você achou do artigo?

Compartilhe conosco suas impressões, experiências e dúvidas sobre o assunto.

logo-2-2016-min.png

A SFORWEB é uma agência especializada em Marketing Digital focada em oferecer soluções sob medida para pequenas e médias empresas. Conheça alguns dos nossos serviços:

👉 Automação de Marketing
👉 Consultoria em Marketing Digital
👉 Inbound Marketing
👉 Inside Sales
👉 SEO – Search Engine Optimization
👉 Links Patrocinados
👉 Web Design & Growth Driven Design

newsletter-sforweb-edit-

Receba as atualizações do Blog

Insira seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações e novos artigos do Blog.

arrow-news2—

Copyright © 2018 · SFORWEB Agência Digital © Todos os direitos reservados

Rua Nova Prata, 121 – Vl. Maria | São Paulo – SP